Saúde e segurança no trabalho: análise das normas legalmente obrigatória sem uma empresa de energia

Diante do atual contexto do mundo contemporâneo, as empresas perceberam a necessidade de se
criar mecanismos para reduzir custos e se manterem competitivas no mercado. Em virtude disto,
a área de Segurança e Saúde do Trabalho (SST)passou por grandes transformações ao longo dos
anos e compreender o seu papel torna-se fundamental para que a empresa proporcione um
ambiente de trabalho digno e seguro aos seus trabalhadores. Dessa forma, o tema deste estudo é
Saúde e Segurança no Trabalho, por meio da análise das normas legalmente obrigatórias em uma
empresa de energia. Nesse sentido, este estudo teve o seguinte problema: quais são as normas de
SST legalmente obrigatórias em uma determinada empresa do ramo de energia? O presente estudo
teve como objetivo geral a identificação das normas (nacionais e internacionais) legalmente
obrigatórias que devem ser utilizadas pela empresa. Para tanto, o estudo apresentou como
objetivos específicos analisar as normas de SST previstas na legislação, apresentar o setor e seus
processos na atividade de energia na empresa e identificar as normas de SST obrigatórias. Este
estudo é relevante dentro do processo social e econômico, pois, ressalta as normas legais usadas
para diminuir os acidentes, uma vez que este pode gerar consequências para o trabalhador,
empregador e governo. Para realização deste estudo, o procedimento metodológico utilizado foi
a pesquisa bibliográfica e documental, além de um estudo de caso na empresa RW Energia,
utilizando o método dedutivo.Com base no estudo e na análise feita na empresa foi identificado
que o ordenamento jurídico brasileiro é vasto, obrigando uma empresa de energia a reduzir os
riscos de acidentes e a custear adicionais de remuneração e indenização, como forma de fazer com
que tenham mais cuidado com relação ao ambiente que estão oferecendo aos seus trabalhadores.

Download